Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O cantinho das princesas

Falarei um pouco de tudo, desde a minha paixão pela arte das unhas, pestanas e maquilhagem, à minha luta contra o peso meu dia-a-dia, não deixando ainda de partilhar as minhas obras primas com a ajuda da minha amiga bimby :)

O cantinho das princesas

Falarei um pouco de tudo, desde a minha paixão pela arte das unhas, pestanas e maquilhagem, à minha luta contra o peso meu dia-a-dia, não deixando ainda de partilhar as minhas obras primas com a ajuda da minha amiga bimby :)

Rebentou a bolha (finalmente)

Estou ligeiramente dentro deste tema HDS - Bloco operatório e sei bem a dificuldade que as equipas enfrentam para garantirem as melhores condições para os doentes. Por vezes, é certo, há alguma falta de vontade dos médicos, mas também sei que há mais de 1 ano e meio que esperamos pela autorização para as obras finalmente arrancarem. 

Estamos a falar de um bloco operatório não garantir (sempre) as condições minimas de segurança para os utentes, não de um capricho de querer partir meia dúzia de paredes pintadas de outras cores e feitios...

Espero que seja desta, um bem haja aos profissionais que colocaram (tentam) um ponto final nesta situação, eu estou convosco!

 

Nota: Todas as operações realizadas no bloco do hospital, são realizadas apenas quando existem condições para tal. 

Não entendo este mundo

Depois de ler este notícia http://www.sapo.pt/noticias/cerca-de-300-migrantes-fogem-de-campo-na_55e99a50fb7dc2e32c7a5b99 não consigo deixar de pensar na 2ª guerra mundial :/ Na fuga dos judeus, nos campos de concentrações, nas condições de vida, na destruição e no sofrimento das pessoas.

 

Esta crise dos refugiados, em que em desespero arriscam as suas próprias vidas porque ficando onde estão também o fazem deixa muito que reflectir. 

Para ser sincera não consigo ter uma opinião formulada, por um lado acho sim que todo o apoio deveria ser dado a estas pessoas, mas por outro lado, o que está a ser canalizado para um problema que não é de todo do nosso país em vez de ser dado ao nosso povo que em alguns casos bem necessitam. Igrejas portuguesas estão a disponibilizar casas para os refugiados que vão acolher, e eu pergunto-me: Existindo essas casas porque é que não foram disponibilizadas pelas famílias em que os pais ficaram desempregados e sem um prato de sopa para dar aos seus filhos? Não entendo realmente...

Mas claro que, mais uma vez se existem essas condições devemos ajudar. 

Li também uns comentários de teorias conspiratórias que têm uma certa razão, mas ok, não devemos ser tão radicalistas mas.... O "estado" islâmico já por diversas vezes diz que vai invadir a Europa, sendo eles espertinhos como são, quem nos garante que no meio dos verdadeiras refugiados não vêm membros islâmicos para começarem a fazer o que prometeram? 

Virando-me agora para outro lado, quando foi o atentado do 11 de Setembro, as tropas foram para o Iraque à caça do Bin Laden e companhia (na minha opinião a questão era mesmo o petróleo por aqueles lados) milhares de militares numa guerra por interesses económicos. Neste momento estão milhares de vidas humanas em jogo, está a ser destruido património mundial com um valor cultural astronómico, que nunca mais será recuperado e onde andam as forças militares? Porque é que desta vez não é feita uma "caça" ao estado islâmico?! Pois, não há interesse económico, convém às grandes potências venderem as armas que permitem estes m*rdas (desculpem o palavrão) matar, torturar e destruir! 

 

Acho que já chega, está na altura de dizer basta! Está na altura das forças militares reunirem-se e começarem a intervir!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Redes sociais

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D