Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O cantinho das princesas

Falarei um pouco de tudo, desde a minha paixão pela arte das unhas, pestanas e maquilhagem, à minha luta contra o peso meu dia-a-dia, não deixando ainda de partilhar as minhas obras primas com a ajuda da minha amiga bimby :)

O cantinho das princesas

Falarei um pouco de tudo, desde a minha paixão pela arte das unhas, pestanas e maquilhagem, à minha luta contra o peso meu dia-a-dia, não deixando ainda de partilhar as minhas obras primas com a ajuda da minha amiga bimby :)

Momento de ternura

Acho que nunca partilhei aquilo convosco a minha linda bebé mais gôda e mais fofa 

IMG_2780.JPG

 

Esta é a Elly, a minha labradora. Tem 4 aninhos, adoptei-a com 2 anos. Não tenham receio de adoptar animais já crescidos, ela adaptou-se tão bem à minha familia e nós a ela que parece que a tenho desde bebé :)

 

 

 Já o velho ditado diz e é verdade "Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais" 

 

 

É oficial: Sou noiva

Adorava escrever aqui que o meu pedido de casamento foi à beira-mar, ou num jantar super romântico, mas não... O meu noivado foi tal e qual o que tinha de ser, tendo em conta o noivo em questão :D

Então basicamente, como fomos a Lisboa para eu ir fazer a minha segunda sessão (fantástica) de laser, passamos na Swarovski para ver se lá eles tinham o anel que eu queria disponível. Havia, compramos, anel para a caixinha, e fomos embora...

Algures entre a Castanheira do Ribatejo e o Carregado, não é que o moço saca da caixinha e coloca o anel no meu dedo (enquanto conduzia, podiamos ter morrido ali, mas não, ficámos só noivos)...

Deixo então aqui a famosa imagem do facebook que gerou comentários, chamadas incrédulas e a família a fazer as contas às carteiras 

IMG_2656.JPG

 

 

Pontos favoráveis: Não fui eu que o pressionei (obriguei) a nada  (ao contrário do pedido de namoro, ou de quando fomos morar juntos), portanto, foi mesmo de coração e foi mesmo ele que quis...

Incrivelmente alguns amigos recusam-se a acreditar no ato do meu homem, ensistem a perguntar se é a sério... Devo ficar preocupada? 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Afinal é sério

Bem, ao que parece, andei eu a duvidar do meu "home" e não é que ele quer mesmo algo (ainda) mais sério??!!

 

Ontem, na minha hora de almoço, fomos escolher o dito anel de noivado...  Pois é, Swarosvski como eu sempre quis... O modelo que eu quero... Só que demora um mês a chegar 

 

Agora anda aqui uma pessoa a sonhar com o raio do anél e ele nunca mais vem ...

Sem título.bmp

 

Não é lindo??? 

'Tá maluco

Este fim-de-semana foi qualquer coisa de anormal... Principalmente ontem.. Ora o A nunca quis casar, sempre deixou isso bem claro, e só de falar em crianças quase que vomitava, então eis que:

 

Durante um passeio pela Expo:

A: Vamos ter um acidente? (Lei-a-se filho) Assim posso comprar o carro mais cedo...

Eu: Só queres um acidente para poderes comprar o raio de um carro?? 

A: Está ali um notário

Eu: Agora também queres casar? AHahahaha

 

Á noite, no ninho:

A: Posso casar vestido de branco?

Eu: Mas tu agora queres casar??

A: Quero... Encontrei a mulher certa...

Eu: Tás mesmo a falar a sério? Queres casar?

A: Quero

 

Tipo... Aposto que troquei de namorado sem querer algures nos corredores da Primark no Colombo, só pode... 

1 ano de "Casada"

Quem se lembra da minha publicação "1º mês de casada"??

 

Pois, parece que no dia 30 de Abril concluimos o nosso primeiro ano no nosso ninho (na verdade já vamos no segundo ninho).

Portanto, a questão de o primeiro ano é o mais dificil, já se foi porque já passámos esses dias.

 

Mudámos tanto durante este ano, ele principalmente, cresceu, tornou-se um homem mais responsável (embora eu saiba que se deve em grande parte ao medo que tem de eu me passar ahah). Aprendemos a ultrapassar as nossas divergências, discutimos é verdade, mas fizemos sempre as pazes :D É o mais importante não?

Os nossos planos já começam a ser bem mais a longo prazo, nos últimos dias temos falado imenso em comprar um carro maior para a futura família, em comprarmos a nossa casa.

Somos uma família, pequena de dois, mas somos. Já não me imagino sem ele, não imagino não tê-lo para partilhar as minhas pequenas coisas, para me ouvir resmungar de que estou farta de tudo, de ter o consolo dele...

A verdade é que se já o amava, posso dizer com toda a certeza que um ano depois ainda o amo mais, com todos os defeitos dele, assim como tenho a certeza que ele me ama a mim e aos meus imensos defeitos :D 

 

Para o futuro só quero que os dias bons continuem a compensar os maus :) E que seja bom enquanto durar.

Update: Dora

A minha bebé mais linda está melhor :D

 

Andei super deprimida o fim-de-semana todo, a achar que ela estava igual, muito quietinha, sempre deitadinha, e sendo eu como sou a pensar já no pior. 

Mas ontem de manhã, eis que quando vou lhe dar a medicação andava ela toda contente a serpentear (tem um andar novo por causa do fúnil, ainda não entendi bem o porquê, mas ok) pela casa para minha grande alegria.

 

O veterinário pediu para passar lá ontem, mas certamente esqueceu-se que era feríado, estava fechado. Vou lá hoje, mas acho que está tudo bem, pelo menos está bastante gordinha xD

 

Entretanto ontem à noite, aquando da medicação noturna, estive a namorar os filhotes dela a brincarem uns com os outros, foi mesmo aquele momento "mas porque é que não posso ficar com todos!!!"

 

 

 

Como resistir... a bébés

Na quinta-feira fui ver duas recém-nascidas (gémeas, adoro!)

Na sexta-feira, a minha sogra fez-me o teste da agulha (não me acredito muito nestas coisas mas...) e segundo a previsão vou ter uma equipa de futsal ahaha 5 filhos... (Só quero 2, 3 no máximo vá)

Ontém passei o dia com uma futura mamã (7 mesinhos de Manel na barriga dela :D)...

Conclusão, sonhei esta noite que tinha um bébé meu no meu colo, e bem foi tão real, senti um amor enorme, senti o quente dele no meu colo... Opaaa nem queria acordar...

 

Hoje voltei a ver as duas pequenas :D E saí com o coração tão cheio mas tão cheio... E uma vontade de chegar a casa e ir fazer um ou dois meus :D

 

Para combater o meu relógio biológico e o meu instinto maternal, só mesmo olhar para a minha conta bancária, falta de tempo e casa própria...

 

Como é que eu posso resistir a estas coisas?? Opa :(

 

Datas que marcam #1

Pois é, há três anos atrás comecei o caminho para aquilo que tenho hoje... E quem diria que no dia 23 de Março de 2013, uma jovem estudante de 22 anos ia ter a sua primeira (diga-mos) "curte" com o homem que está hoje a seu lado na sua casa.

Não é nenhuma data oficial, o A faz questão de me lembrar disso, mas não sei, acho o dia de hoje com muito mais significado do que o nosso dia de aniversário de namoro em concreto. Demoramos 3 meses a dar-mos os primeiros "amassos", saímos, ele fez-me questionar se era gay (isto é veridico), ele picava-me, eu picava-o, até que se deu

Por isso, hoje quando sair do hospital, vou para casa reproduzir-me e vamos jantar ao meu restaurante preferido :)

Acho que também mereço um miminho :P

 

 

Não estou preparada

O A está doente, segundo ele: "o menino está muitoooo doentinho"...

No sábado pensei que ele estivesse a exagerar, que fosse só uma constipação... Mas depois de lhe ter tirado a febre e ter visto uns "belos" 39ºC, ok, não está a exagerar...

Obriguei-o a vestir-se para irmos ao Centro de Saúde, o que para meu espanto estava fechado ! (Depois admiram-se de as urgências serem um caos!!). Como ele tem falta de plaquetas fico sempre com receio que apanhe algo bem pior... Decidimos ir à farmácia e continuar a fazer ben-u-ron na esperança de ficar bem no domingo...

Fiz canja para o jantar, comprei os miminhos que ele gosta...

No Domingo, febre na mesma, toca a ligar para a saúde 24, continuar com o ben-u-ron e um xarope para a tosse. Realço o excelente atendimento da saúde 24, 20 x melhor que os centros de saúde e hospitais. A preocupação, os conselhos, enfim sem comparação possível.  (Ligaram inclusivé hoje a perguntar como ele está!)

Entretanto, o meu doente esteve no nível máximo de chato, (eu sei é normal), é pedir água, é pedir torradas e leite, é fazer o jantar para ele e levar tudo À cama...

Noite de cão, mal dormi, ele com febre, ele a mexer-se, ele acordado a fazer tudo e mais alguma coisa deitado... Quando foi hora de acordar só me apeteceu espancá-lo... Eu sei, ele está doente...

Levantei-me, perguntei se ele queria torradas e leite para o pequeno-almoço, disse-me que comia bolachas... Fui me despachar, e quando não me diz que afinal queria torradas e leite! Entro logo em desatino porque está na hora de eu ir trabalhar e ele só me atrasa... Respiro fundo, e lá fui fazer as torradas...

Ainda me diz ele a gozar: Não podemos ter filhos, eles vão ficar doentes e eu também, não vais aguentar...

 

Realmente, um é dose, se tiver 2 ou 3 para cuidar acho que não me aguento...

 

Moral da história: Não estou, e acho que nunca vou estar preparada para ter filhos. Este grande já me desatina sozinho!